DSpace
Portal do Conhecimento
  Português | Inglês

Portal do Conhecimento >
Repositórios Científicos >
INDP - Instituto Nacional de Desenvolvimento das Pescas >
INDP - Documentos >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10961/1530

Title: Variation of the Chlorophyll a Related to Sea Surface Temperature, Wind and Geostrophic Currents in the Cape Verde Region Using Satellite Data
Authors: Ramos, V
P-Marrero, J
Llinás, O
Cianca, A
Morales, J
Issue date: 18-Jun-2012
Abstract: We present a comparative analysis of satellite derived climatologies in the Cape Verde region (CV). In order to establish chlorophyll a variability, in relation to other oceanographic phenomena, a set of, relatively long (from five to eight years), time series of chlorophyll a, sea surface temperature, wind and geostrophic currents, were ensembled for the Eastern Central Atlantic (ECA). We studied seasonal and inter-annual variability of phytoplankton concentration, in relation to the rest of the variables, with a special focus in CV. We compared the situation within the archipelago with those of the surrounding marine environments, such as the North West African Upwelling (NWAU), North Atlantic Subtropical Gyre (NASTG), North Equatorial Counter Current (NECC) and Guinea Dome (GD). At the seasonal scale, CV region behaves partly as the surrounding areas, nevertheless, some autochthonous features were also found. The maximum peak of the pigment having a positive correlation with temperature is found at the end of the year for all the points in the archipelago; a less remarkable rise with negative correlation is also detected in February for points CV2 and CV4. This is behavior that none of the surrounding environments have shown. This enrichment was found to be preceded by a drastic drop in wind intensity (SW Monsoon) during summer months. The inter-annual analysis shows a tendency for decreasing of the chlorophyll a concentration.
Utilizando séries temporais (entre cinco e oito anos) de dados de satélite a grande escala para a zona de Cabo Verde (CV), faz-se uma análise da variabilidade da clorofila a relacionando-a com outros parâmetros oceanográficos como a temperatura superficial do mar, o vento e as correntes geostróficas. Estuda-se a variabilidade estacional e interanual da concentração do fitoplancton em relação ao resto das variáveis comparando a situação nas águas de Cabo Verde com o ambiente marinho à volta do arquipélago como o Upwelling Nordeste Africano (NWAU), o Giro Subtropical Norte-Atlântico (NASTG), a Contra Corrente Norte-Equatorial (NECC) e o Domo da Guiné (GD). À escala estacional, a zona de Cabo Verde comporta-se como parte das regiões envolventes, no entanto, algumas características autóctonas foram também encontradas. O pico máximo do pigmento mostrando uma correlação positiva com a temperatura foi encontrado no final do ano em todos os pontos eulerianos definidos para o arquipélago; um incremento menos notável, e com uma correlação negativa, também é detectada nos pontos CV2 e CV4. Este comportamento não foi visto em nenhum dos pontos do ambiente circundante ao arquipélago. O enriquecimento no final do ano foi precedido por um drástico decréscimo na intensidade do vento (Monsão do SW) durante os meses de verão. A análise interanual mostra uma tendência para o decréscimo da concentração da clorofila a.
URI: http://hdl.handle.net/10961/1530
Appears in Collections:INDP - Documentos

Files in This Item:

File Description SizeFormat
C_Vito et al´s paper1.pdf205,24 kBAdobe PDFView/Open
Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

NOSI Universidade do Minho  

Portal do Conhecimento  - Feedback - portaldoconhecimento@mesci.gov.cv - Tel. +238 - 2610232

Facebook