DSpace
Portal do Conhecimento
  Português | Inglês

Portal do Conhecimento >
BDCV - Biblioteca Digital de Cabo Verde >
BDCV - Teses e Dissertações com Equivalências >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10961/299

Title: Paisagens Naturais” como Recursos Turísticos: o caso do Parque Natural de Serra da Malagueta na Ilha de Santiago, Cabo Verde
Authors: Moreno, José António Mendes
Keywords: Paisagem Natural
Recurso Turístico
Turismo Sustentável
Turismo de Natureza
Ecoturismo
Marketing Territorial
Parque Natural de Serra de Malagueta
Issue date: Aug-2009
Publisher: Dicionário de Geografia, Lisboa, Plátona Editora, p. 44, 106, 458.
Abstract: Esta dissertação coloca em evidência o valor das “Paisagens Naturais” como recursos turísticos, sendo o estudo de caso é o parque natural de Serra da Malagueta, em Cabo Verde, ilha de Santiago. A consciencialização da necessidade de preservar os valores naturais (assumida na actividade turística a partir de 1993, com elaboração da Agenda 21), necessidades psicológicas de encontrar alternativas para lazer e recreio diferentes das dos centros urbanos, necessidade de contacto com formas simples de viver e a busca de uma maior interacção com a Natureza, são factores que influenciaram o surgimento do turismo sustentável, o que valorizou a “Paisagem Natural” que pode ser encontrado nos parques naturais. Os componentes dos parques naturais constituem ofertas potenciais para actividades alternativas de lazer e recreio, daí utilizadas para diversas actividades turísticas de Natureza. A sua concretização implica a intervenção humana para ordenar os usos relativamente às componentes naturais, o que implica a criação de serviços básicos (informação, alojamento, restauração, animação cultural, ambiental). Tal tem conduzido a que alguns parques naturais tenham evoluído de simples recurso natural para destinos turísticos. A sua gestão como destinos turísticos deve complementar a gestão dos processos naturais que ali têm origem, por isso no seu planeamento devem ser incluídas acções de formação dos intervenientes. Este procedimento aumentará a eficácia das actividades turísticas e minimizar-se-á os aspectos negativos, que poderão advir do uso público dos parques naturais, de modo a serem pólos de desenvolvimento local pela sua diferenciação como produtos turísticos, relativamente aos convencionais. Esta deve ser uma das vias a ser seguida em Cabo Verde, pois predomina o turismo de sol e praia. O turismo cultural e de Natureza aparecem como “produtos secundários”, o que não tem favorecido a integração dos diversos parques naturais. Contudo, é frequente encontrar alguns operadores turísticos nacionais a enviarem os turistas aos parques naturais para visitas, mas alguns são usados só como pontos de passagem. Tal deve-se à inexistência de ofertas de alojamento, restauração e animação, o que não tem trazido nenhum benefício para as comunidades locais, situação verificada no parque natural de Serra da Malagueta, objecto deste estudo. Para inverter esta tendência as intervenções devem passar pela instalação dos serviços em falta, regulamentar as actividades do turismo de Natureza, envolver a população local e promover o conhecimento do parque natural junto dos consumidores turísticos.
URI: http://hdl.handle.net/10961/299
Appears in Collections:BDCV - Teses e Dissertações com Equivalências

Files in This Item:

File Description SizeFormat
teste-“PAISAGENS NATURAIS” COMO RECURSOS TURÍSTICOS O CASO DO PARQUE NATURAL DE SERRA DA MALAGUETA NA ILHA DE SANTIAGO, CABO VERDE.pdfDocumento principal185,39 kBAdobe PDFView/Open
Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

NOSI Universidade do Minho  

Portal do Conhecimento  - Feedback - portaldoconhecimento@mesci.gov.cv - Tel. +238 - 2610232

Facebook