DSpace
Portal do Conhecimento
  Português | Inglês

Portal do Conhecimento >
Repositórios Científicos >
UM - Universidade do Mindelo >
UM - Produção Científica >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10961/5085

Title: A Família e a promoção de adesão ao tratamento medicamentoso em utentes portadores de doença mental: Intervenção do enfermeiro.
Authors: Andrade, Dúnia
Keywords: família, tratamento medicamentoso, pessoa portadora doença mental, doença mental, adesão terapêutica.
Issue date: 20-Sep-2019
Publisher: Universidade do Mindelo
Abstract: Os transtornos mentais têm vindo a afetar milhares de pessoas a nível mundial e Cabo Verde não é exceção, pois trata-se de um problema de saúde pública que aumenta a sua incidência dia após dia. O transtorno mental não afeta somente a pessoa em si. Os familiares acabam também por estarem envolvidos, pois após o diagnóstico a família precisa de se reorganizar para poder dar resposta as necessidades do membro que esta doente. É neste sentido que surge o presente estudo, cujo objetivo visa identificar estratégias utilizadas pelas famílias para incentivar a adesão ao tratamento por parte do membro portador de doença mental. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa, descritiva, exploratória, fenomenológica realizada no Serviço de Saúde Mental do Hospital Baptista de Sousa. Neste estudo participaram oito (8) famílias que dedicam aos cuidados do seu membro portador de doença mental. Os dados obtidos foram recolhidos através de entrevista semiestruturada e analisados segundo a técnica de análise de conteúdo de Bardin (2002). Os resultados apontam a existência de um conjunto de dificuldades que as famílias encontram na hora da medicação dos membros portadores de doença mental e que condicionam a melhoria da saúde. Contudo, os familiares frisam que poderiam fazer melhor, mas devidos as limitações acabam por centrar-se nas técnicas aprendidas no dia-a-dia. Os resultados do estudo indicam que as familias tem uma importante função a cumprir, cuja responsabilidade. Não obstante a geração das novas tecnologias e consequentemente os avanços das ciências da saúde, consta-se que a familia é um cuidador indispensável no cuidado do ppdm acompanhando-a ao longo de todo o ciclo, estando mais próximo do utente.
URI: http://hdl.handle.net/10961/5085
Appears in Collections:UM - Produção Científica

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TCC Dunia.pdfA Família e a promoção de adesão ao tratamento medicamentoso em utentes portadores de doença mental: Intervenção do enfermeiro.1,16 MBAdobe PDFView/Open
Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

NOSI Universidade do Minho  

Portal do Conhecimento  - Feedback - portaldoconhecimento@mesci.gov.cv - Tel. +238 - 2610232

Facebook