DSpace
Portal do Conhecimento
  Português | Inglês

Portal do Conhecimento >
Repositórios Científicos >
UM - Universidade do Mindelo >
UM - Produção Científica >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10961/5227

Title: A família na identificação precoce de sinais de depressão e as implicações para a enfermagem
Authors: Fortes, Aleida
Keywords: Família; Saúde mental; Depressão; Cuidados de Enfermagem.
Issue date: 4-Jul-2019
Publisher: Universidade do Mindelo
Abstract: A depressão é uma doença mental crescente, sendo um dos maiores causadores de suicídio em todo o mundo. Com este trabalho conseguimos constatar que a depressão vem a aumentar gradualmente, sendo que os sinais e sintomas são muitas vezes ignorados pela sociedade/ família devido à falta de conhecimento sobre esta problemática e dos diversos danos que estes repercute na saúde do indivíduo e da família. O estudo tem como objetivo geral: Identificar o papel da família no reconhecimento de possíveis sinais de depressão num membro portador da patologia. Optou-se por um estudo qualitativo, descritivo e exploratório de caráter fenomenológico. Para tal, utilizou-se a entrevista semiestruturada como meio de aquisição de informação tendo sido entrevistados seis (6) famílias com um membro portador de depressão que se enquadravam nos critérios de seleção. Ao analisar as informações disponibilizadas, conclui-se que o papel da família no processo de recuperação do portador de depressão envolve muitas mudanças na vida social e na interação na família. A identificação precoce da depressão pelos familiares carece de grande envolvimento do enfermeiro e outros profissionais de saúde, mas também do nível união e conhecimento existente no ceio familiar. Durante a convivência diária com o utente portador de depressão, os familiares ultrapassam momentos de muito desassossego e stress devido ao relacionamento afetivo com o utente, gerando mudanças na sua vida a nível da saúde, do emprego e da vida social. Entretanto, não obstante da atualidade da temática em estudo, observa-se que na realidade cabo-verdiana existe uma carência de informação por parte dos familiares antes de terem um familiar portador de depressão na família e ainda que as equipas de enfermagem não estão devidamente capacitadas para incluir toda a família no tratamento da pessoa com depressão.
URI: http://hdl.handle.net/10961/5227
Appears in Collections:UM - Produção Científica

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TCC-Aleida Simone Dias Fortes nº3472-Enfermagemultimo FINAL(2)a.pdfA família na identificação precoce de sinais de depressão e as implicações para a enfermagem1,9 MBAdobe PDFView/Open
Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

NOSI Universidade do Minho  

Portal do Conhecimento  - Feedback - portaldoconhecimento@mesci.gov.cv - Tel. +238 - 2610232

Facebook